Sem alterações

Curso Classificação de Café

Campus Inconfidentes, em parceria com o SENAR e a Fundação Rocha oferece curso de Classificação de Café

Dentro Materia Curso Senar Classificacao CafeO IFSULDEMINAS – Campus Inconfidentes, em parceria com o SENAR/MG – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e a Fundação Carlos Silvério da Rocha, ofereceu o curso de Classificação e Degustação de Café.

As atividades aconteceram com duas turmas, sendo uma no período da manhã/tarde e outra no período noturno, e ocorreram entre os dias 29 de janeiro e 02 de fevereiro na Fundação Rocha, na cidade de Inconfidentes. O curso tem carga horária de 40 horas e contou com 12 participantes em cada turma, sendo a maioria estudantes do curso de Engenharia Agronômica do Campus Inconfidentes e filhos de produtores rurais.

Rafael Gustavo Moraes de Oliveira, instrutor do SENAR, comentou que a capacitação tem como objetivo fazer com que o aluno aprenda como fazer um café de qualidade e conhecer o processo final que é a classificação e a degustação. “Os participantes estarão aptos a instruir os produtores, sendo que a região é muito boa para café especiais. Muitos não sabem que a região tem esse potencial. Queremos orientar os produtores para que possam pegar um preço melhor no mercado”.

Dentro Materia Curso Senar Classificacao Cafe 02A participante Fransuelen de Oliveira Alves, 20 anos, moradora da zona rural de Ouro Fino – MG e estudante do curso de Engenharia Agronômica, contou que teve interesse em fazer o curso para complementar sua formação acadêmica. “Eu consegui ter uma base para minha carreira, para eu chegar no produtor e conversar com ele. Explicar para ele qual a importância de saber o café que está produzindo”.

Túlio Madureira da Costa, 21 anos, morador de Cambuquira – MG, aluno de Engenharia Agronômica, participou do curso e destacou a importância da capacitação para quem pretende desenvolver atividades de extensão. “O curso possibilitou entender melhor como funciona a degustação e classificação de café e termos uma base para passarmos ao produtor algum detalhe em que ele possa estar pecando na hora de mandar o café para uma revenda. O objetivo é colaborar com o produtor”.

 Confira as imagens:


 Publicado em 02/02/2018

Texto e Fotos: Roberto Mendonça Maranho

 Ascom - Assessoria de Comunicação